Preservação de obras de arte e acervos históricos na pandemia

Preservação de obras de arte

Preservação de obras de arte e acervos históricos na pandemia


Como preservar obras, peças e acervos


A umidade em excesso em qualquer ambiente representa perigos invisíveis, que podem prejudicar muito.

É o caso por exemplo da proliferação de microrganismos, como ácaros, bactérias e fungos que dão origem ao bolor e ao mofo. No cotidiano de residências, empresas, indústrias e outros ambientes sociais os efeitos da umidade podem representar perdas enormes.

Preservação de obras de arte e acervos históricos

Os efeitos visuais da umidade ficam aparentes quando por exemplo o mofo se apresenta. Além do aspecto altamente desagradável, destrói todo tipo de material orgânico, como fotografias, livros, móveis, portas, janelas, forros, etc. Sua ação devastadora não conhece limites, até mesmo peças de metais e fiações podem ser prejudicadas.

Esses efeitos, entretanto, se potencializam quando se trata de acervos e peças que tem necessariamente que ser preservadas. É o caso de espaços dedicados a arte, como acontece também com os museus.

Ilustra bem esses casos a atual exposição no Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB, em São Paulo. Com um total de 140 peças pertencentes ao Museu de Turin (Itália), foi montado no espaço cultural a Mostra “Egito Antigo: Do Cotidiano à Eternidade”.

Do rico acervo fazem parte além de peças de pedra e tecido, livros e até mesmo uma múmia. Para que o acervo permaneça irretocável, são obedecidos todos os protocolos de conservação.

Atualmente, a mostra está suspensa por conta da Covid-19, mas pode ser apreciada de forma virtual (Tour Virtual do CCBB).

Quer saber mais sobre como manter acervos intactos?

A Mostra do Egito, inclusive, foi objeto de uma matéria do Programa É de Casa, da Rede Globo, exibida no dia 25 de julho e que ainda pode ser vista através do Globo Play.

Preservação de obras de arte e acervos históricos

Equipamentos fundamentais na conservação de todo o material do acervo, os desumidificadores de ar desempenham papel de destaque. Ao manterem a umidade ambiente dentro dos padrões apropriados, garantem a integridade das peças.

Impedem a proliferação de microrganismos, como bactérias, que poderiam trazer prejuízos às obras, como também de fungos, como o mofo, que destrói todo e qualquer material orgânico.

Os Desumidificadores Desidrat atendem as necessidades de todo tipo de acervo, independente do tipo de coleção ou material que reúnam. Especialmente projetados para equilibrar a umidade são garantia de um ambiente muito mais saudável.

Visite também outros museus virtualmente

Google Arts & Culture – Museus pelo mundo para conhecer online

Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM) em um tour virtual

Google Arts & Culture – Anne Frank

🎨 Visite pela internet o Museu Arqueológico de Nápoles

🎇 Google Arts & Culture – Museus pelo mundo para conhecer online

🎨 Conheça museus do Ibram que podem ser visitados virtualmente