Qual seu interesse por notícias? Conheça os interesses dos brasileiros.

Interesse por notícias

Interesse por notícias sobre política e governo durante a pandemia

Brasileiros tiveram um aumento de 64% no interesse por notícias sobre política e governo durante a pandemia

Atualmente, os olhos, ouvidos e cérebro dos internautas está focado em uma coisa: pandemia do Covid-19. No entanto, cada pessoa tem um viés que mais a interessa e, para os brasileiros, a política e o governo foram dois que mais tomaram sua atenção.

Esses dados foram adquiridos pela Taboola, plataforma líder em recomendação de conteúdo, em meio a sua série “Moments of Next”, onde conversou com 5.000 consumidores sobre suas preferências com relação a anúncios no ambiente digital.

É a primeira vez que a empresa compartilha novos dados de como conteúdo e notícias online relacionadas ao COVID-19 estão sendo consumidas nos últimos tempos, revelando mudanças no comportamento do usuário de forma geral ao redor do mundo.

Interesse por notícias sobre política e governo durante a pandemia

Confira algumas dessas mudanças:

Aumento de audiência nos sites de notícias

Desde que a OMS declarou o novo coronavírus uma pandemia, os dados de leitura e consumo de conteúdo da Taboola mostram que os publishers de notícias locais, no Brasil, viram um aumento no tráfego e no engajamento com o conteúdo em geral, incluindo um aumento de 19% em leitores únicos, 14% de aumento em page views e 63% de aumento no tempo gasto por página, em análises de médias diárias da última semana em comparação às semanas no período anterior à pandemia.

As diferentes categorias de conteúdo apresentam comportamentos únicos

Globalmente, ao analisar os dados de consumo de notícias e conteúdo, das últimas 2 semanas em comparação às 10 semanas anteriores, encontramos diferentes panoramas de comportamento online, com destaque ao aumento significativo na quantidade de tempo gasto por página em diferentes categorias: notícias locais (40%), governo e política (37%), negócios (33%), tecnologia (40%), estilo de vida (44%), entretenimento (15%) e jogos (18%)

No Brasil, houve destaque em determinadas categorias como governo (64%), tecnologia (121%), negócios (46%), notícias locais (63%) e comida&bebida (54%). Curiosamente, o país foi um dos únicos dentre os analisados a ter um aumento nessa última categoria.

Os consumidores estão mais abertos às novas informações e anúncios em certas situações

Em geral, os melhores momentos em que as pessoas admitem estar abertas à novas informações, incluindo anúncios (os chamados “Moments of Next”), são:

1. Antes de dormir (31%)

2. Quando em uma pausa no trabalho (17.5%)

3. No banheiro (16%)