Recém-nascido pode viajar de avião? Cultura Alternativa

Viagem de avião com recém-nascidos: pode ou não pode?

Viagem de avião com recém-nascidos: pode ou não pode?

A copa do mundo termina, e entre gols, vitórias e derrotas, algo que também chamou nossa atenção foi a presença de muitos familiares dos jogadores que também estavam por lá, fazendo o seu papel de torcedores.

Muitos deles, eram as esposas e filhos, alguns destes bebês de colo e até recém-nascidos.

Então, uma pergunta tomou conta de quem notou essas presenças ilustres no Qatar: crianças nessa faixa etária podem fazer viagens tão longas de avião?

E quem tira essa dúvida é a especialista em cuidados com recém-nascidos.

Recém-nascido pode viajar de avião?

“As viagens de avião são consideradas seguras para os recém-nascidos e bebês saudáveis já a partir de sete dias após o nascimento.

No entanto, a maioria dos pediatras recomenda que a viagem de avião seja realizada apenas depois dos primeiros três meses de vida do bebê, especialmente após dadas as principais vacinas”, explica Andreza.

Vai viajar de avião com seu bebê? três dicas importantes

Dê preferência à voos diurnos.

Sempre que for escolher um voo para viajar com bebês, dê preferência para os voos diurnos.

Durante a noite, o frequente apagar e acender das luzes nos anúncios do comandante e dos comissários, é muito maior a chance que, não apenas as crianças, mas até você que está cuidando delas, fiquem mais exaustos durante e após a viagem.

Reserve um assento no corredor.

Quando estamos com um bebê, sabemos que são maiores as chances de surgirem necessidades de nos levantar do assento. Por isso, para que fique mais fácil circular com o bebê caso necessite, marque sempre o seu lugar no corredor.

Incentive a criança a mamar durante a decolagem e a aterrissagem.

Enquanto o bebê está mamando, devido ao ato da sucção, são muito menores as chances de surgirem dores de ouvidos causadas pelas alterações de pressão.

Por isso, amamentar ou servir a mamadeira durante pouso e decolagem é uma dica bastante útil.

Cultura Alternativa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *