Respeitar a todos e seguir meu caminho e convicções

Respeitar a todos e seguir meu caminho - Cultura Alternativa

Respeitar a todos e seguir meu caminho e convicções

Sessenta Anos, está na hora de mudar tudo

A comemoração dos meus sessenta anos foi muito diferente.

A hora é agora

Chegou o momento. É agora ou nunca.

O corpo sente, através de dores e dormências, que chegou a fase idosa da vida.

A hora é agora de viajar de carro, de viajar de avião, de realizar os sonhos.

Não podemos mais nos submeter ao julgamento dos outros.

O único juiz que interessa somos nós mesmos.

A pandemia tem que ser respeitada, vivida, e é fundamental seguir a orientação da ciência, como também, trabalhar o nosso corpo para enfrentar não só esta, mas, outras que ataquem o mundo futuramente.

E a saúde psicológica é muito importante, sendo que, o gestor principal dela, é você.

Adversidades Transponíveis

A economia, o momento, é de se aprofundar e conhecer o Brasil.

O dólar, o euro, não possibilitam viagens ao exterior.

Crise após crise, descobrimos caminhos de viajar.

Investimos agora no Brasil e durante 03 anos vamos viajar o nosso país e descobrir a beleza que ele possui, os vencedores pós pandemia.

A pauta é extensa e está contagiando a nossa redação.

Calma acima de tudo e ação a todo momento.

O projeto, como dito neste subtítulo, é viajar o Brasil por três anos fazendo matérias, divulgando artistas, empresários, enfim, brasileiros que se renovaram e estão a mil por hora.

Respeitar a todos e seguir meu caminho

As comemorações

Amigos feitos na pandemia, comemoraram virtualmente em Salvador.

A organização deste evento foi de Flávia  Cortes, eu e ela nos encontramos presencialmente.

Participaram da comemoração, com verba e assinatura em cartão, vários amigos virtuais.

Estes participarão do programa “Cultura Alternativa do Virtual ao Real”, onde amigos feitos virtualmente serão objetivo de visita real.

A segunda comemoração, foi uma reunião na Fogo de Chão com minha mãe e minhas filhas.

Presentes não deram o tom, a materialidade não se fez presente.

A presença das pessoas foi o presente da hora, e a verdade é, gostam de você e não te presenteiam mais.

O tradicionalismo acabou, agora você faz parte de um novo ciclo de homenagens, sem presentes, com presença, onde você banca tudo.

E por fim, tivemos uma reunião informal com dois casais, sem festas e gastos, com todos colaborando com vinhos e frios. A economia implementada no país está mutando e mudando os hábitos.

Tudo muito diferente dos últimos anos.

A verdade mutou a vida pré pandemia, que mudou, pós pandemia.

Magro e Saudável

Todos engordam ao envelhecer.

Nós, em contrapartida, emagrecemos muito, estamos mais saudáveis.

A faixa etária em que nos encontramos mostra que o exagero adoece.

Respeitar os limites e vencê-los é o caminho.

Detran DF Idoso

O certificado para estacionar na vaga de idoso é digital.

Acordamos à uma hora da manhã do dia do aniversário, 13 de setembro, e estava disponível na internet.

Agora é oficial, podemos entrar em filas, estacionar em vagas diversas.

Finalmente, depois, de três cânceres, no início da melhor idade, temos prioridade em filas e estacionamentos.

Sem agenda

E a agenda qual é?

É viver e não ter a vergonha de ser feliz.

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa