Restaurante Mondego antigo e tentando caminhos novos

Restaurante Mondego

Restaurante Mondego antigo e tentando caminhos novos

Os barzinhos da orla de Copacabana precisam se reciclar para conquistar os novos segmentos gastronômicos da sociedade.

Frequentamos o Mondego como vários bares da orla quando estudamos na Gama Filho. 

Hoje, com quase 60 anos, voltamos e ficamos emocionados, relembrando o passado e fomos para um rodízio de sushi, comida japonesa.

Mondego – Entrevista

Não procuramos ninguém para fazer a entrevista. Como o restaurante é antigo, os proprietários não aparecem mais, pelo menos não vimos.

Os funcionários há anos trabalham no local e não tem mais paciência para apresentar o mesmo. Aí ficamos mesmo a ver navios quanto a entrevistas.

Gastronomia do Rio – Arquitetura 

A arquitetura do Mondego não tem diferencial, e confortável e nada mais.

Quando você se senta dentro do restaurante parece estar numa vitrine, pois, todos que passam veem do que você está se alimentando etc.

Eles colocaram vidros como vitrines para que você pudesse ver o mar, por esse ângulo é interessante.

Mondego – Atendimento 

Atendimento tradicional de Copacabana, garçons que não ligam para nada e só fazem o óbvio no atendimento.

Atendem há décadas no estabelecimento e estão de saco cheio e inovação aqui passa longe.

Anand Rao e Agnes Adusumilli

Editores do Cultura Alternativa