Se Essa Rua Fosse Minha, um food truck poético em Brasília

Se Essa Rua Fosse Minha. Gastronomia de Brasília.

Se Essa Rua Fosse Minha, um food truck poético em Brasília

 

São tantas as empresas que divulgamos. Saõ tantos empresários que entrevistamos e na maioria visão apenas lucros, pois, é fundamental para manter o negócio e a vida.

Claro que todos querem faturar, pois, a vida, seus caminhos e descaminhos, precisam de recursos. E são raras as visões que casam: empresa, poesia, magia e contemplação.

 

A família Gentil em seu café, casa estas adjetivações. E o Food Truck “Se Essa Rua Fosse Minha”, que nasceu da vontade de Luís Tajes e Cristine Gentil tinha de largar a estressante profissão do jornalismo, também, casa estas adjetivações.

 

Estivemos lá no dia em que eles participaram do Buraco do Jazz com mais três ou quatro Food Trucks. E durante o período em que lá estivemos entrevistamos o proprietário, degustamos o que nos forneceu, vimos o food truck lotado a maior parte do tempo e pegamos uma chuva torrencial no final. Não ficamos molhados, pois, o toldo, aqueles que montamos em piqueniques, resistiu bravamente.

 

 

Se Essa Rua Fosse Minha – Luis Tajes

Uma simpatia ímpar, ex-fotografo do Correio Braziliense onde ocupou todos os cargos do Setor de Fotografia, disse que estava preocupado com a entrevista, pois, havia passado por uma experiência onde gaguejou um pouco.

Assistam e vejam que o mesmo não gagueja em momento algum, tem uma simpatia ímpar, conhecimento de causa e agilidade nas respostas.

A entrevista foi transmitida ao vivo via Facebook.

Direto do food truck “Se Essa Rua Fosse Minha” com o proprietário Luis Tajes

Publicado por Anand Rao Adusumilli em Quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Gastronomia de Brasília – Arquitetura

O Food Truck tem uma arquitetura interessante que casa com o nome e a marca. Vejam vídeo comerical do mesmo.

Se Essa Rua Fosse Minha – Degustação

Degustamos o seguinte.

 

Rua (R$ 20,00)

Baguete com linguiça de pernil, molho fondue de queijo e vinagrete com abacaxi. Um belo sanduíche onde o componente principal, a linguiça, é saborosíssima e é de um produtor local da região do DF. A baguete de parmesão também tem seu lugar. Assista a entrevista detalhada com o Luís e saiba tudo.

 

Quadra (R$ 22,00)

Linguiça de pernil cortada em rodelas, batatas fritas e dois molhos da casa. Os molhos estavam deliciosos e a linguiça, como citado acima, vale a pena ser saboreada por todos.

 

Pudim de Doce de Leite (R$ 6,00)

Muito bom, inclusive na degustação o produtor André Trindade, que estava conosco, fez questão de elogias a harmonia dos ingredientes.

 

Arroz Artesanal ou Arroz Cremoso (R$ 24,00) – Com linguiça, alho poró, queijo grana padano e finalizado com creme de leite fresco . Delicioso, pujante, com destaque para o queijo e o mix com alho poró.

 

Gastronomia de Brasília – Poético

Um dos símbolos usados no cardápio e para anunciar várias coisas, enfim, que está junto com a logo sempre é um cachorro, ouça a entrevista de Tajes e verá que é uma história belíssima de amor e cumplicidade.

Lembro neste momento da minha filha Eliza e seu cachorro o Brown que recentemente faleceu numa cirurgia por uma complicação, pois, cirúrgica. Que bom que o pessoal do Se Essa Rua Fosse Minha é sensível e norteado de magia.

RIP Cães Amigos Amados.

 

Se Essa Rua Fosse Minha – Filme

Nosso setor de filmes fez o filme abaixo, um setor que está sempre atento à harmonia entre a imagem e o som.

Gastronomia de Brasília – Fotos

Há mais de dez anos viajamos o mundo, fotos são feitas por todos os lugares onde passamos, são mais de 10.000 fotos em nossa página pública do Facebook. Curta as fotos que tiramos no food truck “Se Essa Rua Fosse Minha” clicando no símbolo do Facebook abaixo. Curta também nossa página pública do Facebook.

Publicado por Portal Cultura Alternativa em Quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa