Sing – Quem Canta Seus Males Espanta

Sing – Quem Canta Seus Males Espanta - Cultura Alternativa

Sing – Quem Canta Seus Males Espanta

Sing 2 estreia nesta quinta-feira, 6 de janeiro, nos cinemas brasileiros. A sequência da franquia animada da Illumination retorna com grandes sonhos e canções de sucesso espetaculares.

O filme já levou mais de 39.700 mil pessoas aos cinemas e fez um total de R$770.100 em bilheteria com as suas sessões antecipadas pagas que aconteceram nos dias 1 e 2 de janeiro.

O filme, que chega aos cinemas brasileiros no dia 6 de janeiro, também tem novo pôster

A Universal Pictures divulga novo trailer da animação Sing 2, continuação de Sing – Quem Canta Seus Males Espanta, sucesso em 2016. O vídeo mostra os personagens em ação e mostra ainda mais detalhes do filme, em cenas emocionantes divertidas e com muita música.

Com estreia prevista para o dia 6 de janeiro de 2022, o longa também ganha um novo pôster, com a frase: “Até onde seus sonhos vão te levar?”.

Além disso, a Universal Pictures também anunciou recentemente o elenco de dubladores. Sandy dublará novamente Meena, a tímida elefoa cantora, Wanessa Camargo volta para dublar a porco-espinho Ash, uma roqueira cheia de atitude, e Fiuk retorna como a voz do gorila Johnny. Any Gabrielly chega ao time para dublar a animada Nooshy, junto à Lexa, que será a mimada Porsha, Fábio Jr., que fará a voz de Big Daddy – o já conhecido pai de Johnny, e Paulo Ricardo, que dublará o astro Clay Calloway.

O novo capítulo da franquia animada da Illumination retorna com grandes sonhos e canções de sucesso espetaculares, enquanto o coala Buster Moon e seu elenco de estrelas se preparam para lançar sua performance de palco mais deslumbrante, até então… na radiante capital mundial do entretenimento.

Há apenas um obstáculo: eles primeiro precisam convencer o astro do rock mais recluso do mundo (interpretado na versão original pelo lendário ícone da música, Bono – em sua estreia no cinema de animação) a se juntar a eles.

Sing – Quem Canta Seus Males Espanta

Trailer:

Sobre o filme:

Buster (interpretado na versão original pelo vencedor do Oscar® Matthew McConaughey) e seu elenco transformaram o Novo Teatro Moon em um sucesso local, mas Buster está de olho em um prêmio maior: estrear um novo show no Teatro Torre Crystal na glamorosa cidade de Redshore.

Mas sem muitos contatos, Buster e seu elenco – incluindo a ansiosa mãe porca Rosita (interpretada na versão original pela ganhadora do Oscar® Reese Witherspoon), a porco-espinho roqueira Ash (interpretado na versão original pela Scarlett Johansson), o zeloso gorila Johnny (interpretado na versão original por Taron Egerton), a tímida elefante Meena (interpretada na versão original por Tori Kelly)

E, é claro , o extraordinário e provocador suíno Gunter (interpretado na versão original por Nick Kroll) – tem que se esgueirar para entrar na sede mundialmente famosa da Crystal Entertainment, administrada por um insensível magnata, o lobo Jimmy Crystal (interpretado na versão original pelo vencedor do Emmy Bobby Cannavale).

Em uma tentativa desesperada de chamar a atenção do Sr. Crystal, Gunter espontaneamente lança uma ideia ultrajante que Buster rapidamente desenvolve, prometendo que seu novo show será estrelado pela lenda do rock, o leão Clay Calloway (Bono).

O problema é que Buster nunca conheceu Clay, um artista que se isolou do mundo há mais de uma década após a perda de sua esposa e não foi visto desde então.

Pior ainda, Buster não percebeu que o Sr. Crystal é um gângster egocêntrico que prefere empurrar alguém do telhado de um prédio do que ser enganado.

Enquanto Gunter ajuda Buster a sonhar com uma obra-prima teatral de outro mundo, e a pressão (e ameaças sinistras) do Sr. Crystal aumentam, o papel principal é arrancado de Rosita e entregue para a filha mimada do Sr. Crystal, Porsha, interpretada na versão original pela artista nomeada ao Grammy Halsey.

Desesperado para salvar o show e sua vida, Buster embarca em uma busca para encontrar Clay e persuadi-lo a voltar ao palco.

O que começa como um sonho de grande sucesso torna-se um lembrete emocional do poder da música para curar até mesmo o coração mais partido.

cinema | filmes | sing