É hora do streaming? Avanços nos serviços de streaming

Streaming, serviços de streaming

É hora do streaming? Avanços nos serviços de streaming

Avanço de serviços de streaming de qualidade levam clientes a rever gastos com TV a cabo

Streaming nada mais é que uma tecnologia que envia informações multimídia através da transferência de dados, utilizando redes de computadores

A necessidade de reduzir custos aliada à maior oferta de serviços de streaming, como por exemplo, Netflix e IPTV Black, têm feito as pessoas reverem seus gastos com as TVs por assinatura.

Mas afinal, o que é streaming?

Streaming nada mais é que uma tecnologia que envia informações multimídia através da transferência de dados, utilizando redes de computadores, especialmente a Internet, e foi criada para tornar as conexões mais rápidas.

Streaming números

Reflexo disso é que os números do setor seguem em declínio. De outubro de 2017 a outubro de 2018, o serviço registrou retração de 2,9%. Em números, a queda foi de 564.400 assinantes. Só em outubro de 2018, 170 000 clientes abandonaram o serviço, segundo os dados mais atualizados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo especialistas, os combos ainda são um fator relevante para que as pessoas continuem assinando. Mas, com a concorrência se acirrando dia após dia, a tendência é que, aos poucos, as operadoras passem a oferecer produtos menos engessados.

Para Rodrigo Arnaut, vice-diretor de TV por assinatura e novas mídias da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET) , associação de São Paulo que estuda esse mercado, as pessoas “estão mais exigentes e querem conteúdo de qualidade com bom preço”.

Não sem razão, há cada vez mais gente trocando os pacotes completos por um plano avulso de internet mais um serviço de streaming.

Streaming Ajustes nas Contas domésticas

Quem fez esse movimento recentemente e está satisfeito foi Daniel Conti de Moraes, de 33 anos, de São Paulo. Depois de sair do emprego e virar autônomo, ele precisou fazer ajustes nas contas.

Gastava R$ 250,00 num combo com TV por assinatura, internet e telefone fixo. Cancelou e, desde fevereiro, paga R$ 110,00 apenas pela internet (15 megabytes) e pelo telefone fixo — mantido por causa da mãe, de 69 anos, que mora com ele.

Para assistir a séries e filmes, possui a Netflix, pela qual paga hoje pouco mais de R$ 22,00 por mês, e é assinante IPTV Black pagando menos de R$ 19,99 no plano semestral. No total, Daniel fez uma economia de 40%. “Além do gasto alto, ficava incomodado porque, muitas vezes, queria assistir a algo na TV paga, mas os horários eram ruins para mim”, diz.

Valter Police, especialista em finanças pessoais pela Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar), diz que na hora de decidir o que cortar, deve-se analisar as necessidades com atenção. “Observe quantas vezes assiste a cada canal e com que frequên­cia. Compare também a velocidade e a quantidade de dados oferecidas nos combos e ponha tudo na ponta do lápis para não sair perdendo”.  Só depois de fazer um levantamento minucioso, decida o que vale a pena manter ou não. Isso evitará trocar gato por lebre.

Streaming – Algumas opções:

📺 Netflix

Pioneiro e mais forte concorrente no Brasil até o momento. Tem um sofisticado sistema de monitoramento e recomendação de filmes para seus assinantes. Conta com títulos e séries como Greys Anatomy, Friends, House of Cards, Breaking Bad e Narcos, entre outras produções.

Valor: R$ 19,90 (básico), R$ 27,90 (padrão) e R$ 37,90 (premium). Novos assinantes ganham um mês grátis.

Site: Netflix

📺 Amazon Prime Vídeo

Traz conteúdos originais e exclusivos da Amazon, além de filmes e programas de TV. Boa parte das produções está em inglês, idioma original, mas há alguns títulos legendados. Exemplos: Seinfeld, The Walking Dead e Mr Robot. Basta se cadastrar e deixar um número de cartão de crédito internacional para obter uma semana de acesso gratuito.

Valor: $2,99 dólares mensais nos seis primeiros meses. Após esse período, o preço sobe para $5,99 dólares.

Site: Prime Vídeo

📺 IPTV Black

IPTV Black é uma operadora de MVPD nacional com sede em Portugal, fornecendo transmissão linear ao vivo e serviços de conectividade para o consumidor e mercados empresariais. O serviço de IPTV é implementado através de diversas modalidades de rede, incluindo cabo DocSis, fibra ótica e infraestrutura terrestre sem fio.

O que é IPTV? IPTV é uma tecnologia que permite a transmissão de sinais de TV via Internet, garantindo não apenas qualidade de som e imagem, mas também dando aos usuários recursos extras em interatividade e possibilidades interessantes, como consumo sob demanda (em que você assiste o que gosta na hora que quiser), e até mesmo possibilidade de gravar programas para ver depois.

Valor: R$ 25,00 (por mês), R$ 60,00 (trimestral), R$ 120,00 (semestral) e R$ 240,00 (anual)

Site: IPTV

Internet + serviço de streaming

O valor mensal para internet fixa no Brasil com velocidade suficiente para assistir a filmes e seriados em tempo real, sem sofrer com problemas de conexão, começa em R$ 89,90

Na NET o valor de R$ 89,90 cobrado (www.net.com.br) por um plano de 15 megabytes.

Na Tim (www.tim.com.br), o valor é de R$ 139,90 no primeiro mês, com taxa de adesão. Depois, cai para R$ 89,90, com 35 megabytes.

Na Vivo (www.vivo.com.br), o plano de 25 megabytes custa R$ 114,99 ao mês. No caso de internet móvel, os valores começam em R$ 134,90

Tim para 5 gigabytes e em R$ 124,99 na Vivo para 6 gigabytes — no plano família, sendo cobrado o mesmo valor para a segunda linha.

Sky (www.sky.com.br), o pacote básico com 2 megabytes custa R$ 73,90.

O que avaliar: se um pacote com internet a partir de 15 megabytes (velocidade aceitável) em média custa R$ 89,90 e um serviço de streaming tem valor a partir de R$ 19,90, por cerca de R$ 109,80 ao mês, você já consegue assistir a filmes e séries com ótima qualidade.

Isso representa uma economia de R$ 60,00 (R$ 600 em um ano) em relação a um combo da Net, por exemplo.

Só conhece a Netflix ? Conheça outros streaming diferentes