Tradição, magia e emoção, no único cartão de Natal que recebo todo ano

Cartão de Natal da Márcia Kalume

A única pessoa que me envia um cartão de Natal todo ano é Márcia Kalume e neste texto vou colocar o que sinto quando recebo o cartão evocando a tradição, magia e emoção.

Tradição

Se Márcia é ou  não uma pessoa tradicional eu não sei.

Sei que ela tem uma visão ímpar da fotografia, um sorriso mágico e uma alegria fenomenal.

É a irmã da minha vida, que me ajudou em empreendimentos, que vejo pouco, mas, quando vejo, sinto uma amizade intensa e imensa.

Seu pai, o Ex-Senador Jorge Kalume, mudou minha vida, na verdade fez minha vida e devo a ele uma gratidão infinita.

E sobre o cartão sempre sei que estamos no período de festas quando ela me envia o mesmo que sempre é uma fotografia de sua autoria.

Desta vez ela enviou uma bela  foto das tantas viagens que fez mundo afora.

Me enviou uma foto de Mantova Itália feita em 2019.

E o melhor, tudo,  o crédito e título da foto, como também, a mensagem, ela escreve a mão, de próprio punho, personalizando o cartão e fugindo ao que mais se vê hoje, encaminhamentos sem personalização alguma no Whatsapp, Facebook, enfim, redes sociais como um todo.

Magia

Para mim é mágico e me emociona muito o cartão e a mensagem de Márcia.

Primeiro por sentir e perceber que ainda há seres humanos que se preocupam com a personalização dos atos como dito acima.

Segundo, por provocar na minha esposa, brilho no  olhar, desta vez ela disse: tem um cartão de natal na caixinha de correios e sabemos de quem é, só pode ser da nossa querida Márcia Kalume.

Ela (minha esposa) que vive para as redes sociais, muito pelo ofício de editar o Cultura Alternativa e pelas fontes que publicam várias informações interessantes no Instagram, se emociona com o cartão da Márcia, e isso é muito bom.

Emoção

Ainda existe tradição e magia gerando emoção.

Márcia e seu cartão, o único que recebemos, prova isto.

O mais importante, o maior ensinamento: emocione-se com suas ações, viva suas ações, não siga o rito, fuja da obviedade.

Muitos devem receber o cartão e achar que Márcia está fora do seu tempo.

Outros respondem de forma tradicional.

Mas o mais importante é: Márcia acredita que o envio do cartão de Natal mantem uma tradição com relação à sua pessoa e personaliza sua ação, pois, hoje o mundo é muito impessoal.

E quer saber mais, Márcia sempre está no Instagram, curte todas as postagens que  fazemos no Instagram, é antenada, atenta e ímpar.

E ao enviar o cartão de Natal, personalizado, é mais do que nós todos.

Gratidão

Muito obrigado pelo sentimento que você provocou em mim.

Muito obrigado por você nos mostrar que o mundo não é tão robotizado e impessoal.

Muito obrigado por você existir em minha vida, você e seu pai que me ajudaram tanto, que fizeram minha vida, não tenho palavras para agradecer.

E muito obrigado por você me proporcionar este texto para abrir os olhos do leitor que está sendo comandado pelas redes sociais e vive compartilhando coisas que nem lê.

Amigo leitor, seja mais pessoal, personalize-se. Redija de próprio punho. Seja diferente, pois, tal atitude vai emocionar a muitos que estão atentos à sensibilidade do mundo.

A vida precisa dessas pessoas, pessoas personalizadas.

O mundo fica mais lindo e singular com essas ações.

Feliz Natal e Ano Novo, minha irmã infinita Márcia Kalume.

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa