UM SOM BEM TEMPERADO, por Paulo Lima

Trompetista Guizado

Trompetista Guizado

Para mim, foi uma surpresa a apresentação que o trompetista Guizado fez no Itaú Cultural de São Paulo.

Vibrante do começo ao fim, o show mostrou as músicas do mais recente álbum do músico e compositor, “O multiverso em colapso”.

Surpresa porque só conhecia o som de Guizado, ou Guilherme Mendonça, de sua participação no acústico MTV de Arnaldo Antunes. Por ali se via um trompete com fraseados minimalistas e muito expressivos.

Trompetista Guizado

Acompanhado por excelente banda, Guizado tocou temas cuja base traz uma mistura de gêneros e referências, tendo como predominância a batida pesada do rock, algumas vezes hard core, trabalhados com a estrutura da música eletrônica. Faz parte de sua “mise-en-scène” no palco um pequeno sintetizador que ele opera às vezes simultaneamente ao uso do trompete.

A música de Guizado transcende, na verdade, o simples som instrumental. Esqueça a figura tradicional do trompetista no centro da cena, realizando um solo do que quer que seja. Sua performance é uma mescla de intervenção vocal, corporal e solos de trompete.

E mesmo o trompete não se ocupa do solo convencional, antes entra como elemento incidental, destacado em fraseados curtos ou alongados, pontuando o conjunto da massa sonora. Existe em seu jeito de tocar um quê da economia de Miles Davis em sua última fase. Nas frases de Guizado os agudíssimos são distorcidos a ponto de se confundirem com timbres eletrônicos.

Como destaques do show, eu apontaria as músicas “Modern fears”, um tema cantado em inglês com jeitão de rock anos 80 – impossível não pensar no Joy Division de Ian Curtis, ou mesmo em David Byrne -, “Coração caverna”, “Cidade néon” e “Raskólnikov dream”, que Guizado diz ter composto inspirado na leitura de “Crime e castigo” de Dostoiévski.

No conjunto, foi um show pop dançante eletrizante para ver, ouvir e não ficar parado. Com seu som, Guizado imprime uma feição inovadora ao trompete, dando ao instrumento um tempero atualizado.

Link:

Paulo Lima Por Paulo Lima
👉 acesse os – Artigos de Paulo Lima no Cultura Alternativa