Volta às aulas: perda auditiva pode comprometer o desempenho escolar

Volta às aulas

Volta às aulas: perda auditiva pode comprometer o desempenho escolar


Especialista dá dicas de como identificar se tem alguma alteração na audição das crianças 


Desatenção e notas baixas nem sempre significam falta de interesse dos alunos. Muitas vezes pode estar relacionado à saúde do ouvido, como problema de processamento auditivo.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que 32 milhões de crianças no mundo possuem algum tipo de deficiência auditiva, por isso, na volta às aulas é importante que os pais façam um check-up nos pequenos.

A audição é essencial para assimilar as informações passadas pelos professores. Segundo o fonoaudiólogo Gleison Barcelos, da clínica Microsom Brasília, as crianças podem ter dificuldades de desempenhar as tarefas se não tiverem suas funções auditivas dentro dos padrões de normalidade.

Volta às aulas

“Elas podem ficar desestimuladas e não absorver o conteúdo e com isso poderá ocorrer uma desmotivação no processo de aprendizagem, e através dessa exaustão de tentar absorver o conteúdo, ficar estressada, seja em aula online ou presencial”, explica o especialista.

Gleison também ressalta que é importante os pais ficarem atentos em casos em que a criança comete trocas na fala.

“Se essas trocas persistirem deverá procurar um especialista otorrinolaringologista e/ou fonoaudiólogo para uma avaliação, pois isso poderá afetar o seu desempenho escolar, podendo ser as trocas na fala um dos sinais da perda auditiva”, afirma.

O fonoaudiólogo dá algumas dicas para os pais ficarem atentos a qualquer dos itens abaixo relacionados à saúde auditiva dos pequenos: 

📍 Falta de atenção ou hiperatividade

● Dificuldade na fala ou voz muito alta

📍 A criança recorrer a leitura labial

● Desmotivação nos estudos.