Washington Square Hotel, internet rápida e história ímpar

Washington Square Hotel

Washington Square Hotel, a internet muito rápida, e ao longo da história, neste hotel moraram Joan Baez e Bob Dylan.

O check in, confesso, foi meio demorado.

Geralmente em Nova York você entra no hotel até 15 h.

Neste, entramos às 16h15m, a entrada mais demorada de toda nossa história nos 25 anos seguidos de visita à Manhattan.

Fomos recepcionados, por sorte, pela brasileira Tatiana que foi atenciosa em todos os momentos.

Arquitetura

Arquitetura retrô. O hotel foi inaugurado em 1902.

Uma arquitetura envolvida em quadros de época, pinturas em azulejos e etc.

Toda a infraestrutura também remete você ao antigo, ao vintage, ao retrô.

Há um romantismo de época em todos os ambientes.

Quarto

Pequeno, essa é a tônica de Manhattan.

A cama confortável, tudo funcionando perfeitamente, a vista parte da praça da Universidade de Nova York. O armário pequeno mas, funcional.

O tráfego dos automóveis não incomodou.

Uma boa acomodação respeitando os limites de tamanho.

Café da Manhã

Ao chegar você recebe um ticket, no nosso caso, que nos possibilitava ordenar um prato cobrando à parte.

No primeiro e segundo dia não sabíamos do fato e não solicitamos ovo mexido com salsicha ou bacon.

No terceiro o funcionário do café informou sobre a questão e passamos a solicitar o prato.

Portanto, pergunte quais os direitos que você tem no café.

Perguntamos no primeiro dia se poderíamos com o passe que tínhamos solicitar um prato que era cobrado para a maioria dos clientes e o funcionário disse que não.

Isso achamos meio bagunçado no hotel, fique atento.

Localização

Fica perto da Universidade de Nova York.

Por sinal a maioria dos frequentadores, segundo sentimos, tinham vindo palestrar ou trabalhar na Universidade.

Não  é um hotel de turista como os que se situam na Times Square.

Pareceu mais um hotel de trabalho e de idosos em viagem.

A Demorada Geladeira

Solicitamos uma geladeira no domingo, dia da nossa chegada.

A mesma, chegou para o quarto, no fim da tarde de segunda-feira.

O serviço de quarto é lento.

O atendimento na recepção sofre com isso.

Fique atento às suas solicitações.

A Fitness Center

No dia que chegamos, um domingo, estranhamos.

Nossas malas foram guardadas na Fitness Center.

A deste hotél não usamos, mas, pareceu-nos boa quando fizemos fotos.

Funcionários gentis

Tatiana,como já dito, e sua amiga Marta foram destaques na nossa recepção.

Tatiana fala português e foi extremamente gentil, competente, enfim, fantástica.

Também nos chamou atenção os seguranças, dentre eles, Rabiu.

Simplesmente fantásticos os seguranças em termos de gentileza e orientação sobre as redondezas.

Ou seja, a recepção é fantástica.

Joan Baez e Bob Dylan

Um hotel onde a arquitetura retrô, a internet e a história são magias que nos comoveram.

No hotél moraran Joan Baez e Bob Dylan quando namoraram.

Ou seja, é um hotel com história e isto é informado pelos funcionários da recepção.

Lembramos do Le Fairmont Palace em Montreux na Suíça.

Me hospedei lá com Fábio Barros e ao entrar a recepcionista disse: vocês estão hospedados no quarto onde morou – citou o nome do poeta – informou-nos também que Prince compunha no piano localizado no salão principal do hotel.

Esses fatos históricos dignificam um estabelecimento.

Fotos

Filme

O Gerente Geral

Sonny Christopher foi solicito e cortês em toda nossa estadia.

ANAND e AGNESAnand Rao e Agnes Adusumilli

Editores do Cultura Alternativa