Exposição Lendas apresenta estrelas do Jazz e Blues

Exposição Lendas

Exposição Lendas apresenta estrelas do Jazz e Blues no Venâncio

O artista Jeff Duprado esta com a exposição Lendas, com pinturas e ilustrações que homenageiam estrelas do Jazz e do Blues do Brasil e do mundo.

A exposição, que fica até o final de agosto no Venâncio Shopping, reúne 17 obras do artista.

Além de artista visual Jeff é circense do mundo da mágica.

Ao retratar figuras lendárias do cenário musical, o artista mergulhou em uma proposta intensa.

Contagiado pelo ritmo retratado, buscou traduzir em pinceladas a inspiração presente nas músicas que ouvia enquanto pintava.

Duprado tem promovido seus dons artísticos pelo Ateliê Abracadabrante, que realiza a exposição juntamente com a companheira de artes e vida, Isabela Léda.

Com obras ricas em detalhes utilizando diferentes técnicas da pintura em óleo sobre tela e carvão sobre papel com influências do Realismo Jeff pretende aproximar esse maravilhoso gênero musical que tem inspirado noites e espetáculos vários na capital federal.

 

Exposição Lendas

*Serviço*

Exposição: de 07 a 31/08 de segunda a sexta-feira das 9h às 19h e aos sábados das 10 às 18h.

Espaço Venâncio Cultural – Shopping Venâncio

Setor Comercial Sul – Qd. 8

 

Entrada Franca

Classificação Indicativa – Livre

Informações: 985511075/ 996436378

 

Jeff Duprado

Comecei a pintar quando tinha 16 anos. Eu morava em Nerópolis -GO, frequentava a Brincastelo (a brinquedoteca municipal, que era também um espaço cultural da cidade) e convivia com os artistas locais, o que me motivou a fazer uma série de pinturas inspiradas em grandes mestres como Picasso e Matisse.

Nos anos seguintes, tornei-me um investigador sedento, procurando por conta própria aprender mais sobre arte e técnicas de pintura. Posteriormente comecei a trabalhar como oficineiro de artesanato e pintura na Brincastelo, o que intensificou ainda mais minha busca por conhecimento artístico. Eu frequentava ateliers de artistas da região, como Napefi, e escolas, como a Escola de Artes Oswaldo Verano, em Anápolis, cidade próxima.

Em minhas visitas (não tinha recursos para pagar cursos), sempre procurava aprender o máximo possível apenas como um observador silencioso, quase invisível em um canto da sala, fazendo anotações em um caderninho que sempre levava aonde ia. Depois, comecei a frequentar os Museus e Galerias de Goiânia nos dias de folga, muitas vezes fazendo o percurso a pé entre eles. Foi um período de muito contato e entusiasmo com a arte moderna.

Em 2005, me mudei para São Sebastião – DF. Ajudei na criação da Brinquedoteca Comunitária da Associação Ludocriarte, onde comecei a trabalhar como educador social. Meu foco passou a ser pesquisas voltadas para a cultura da infância. Comecei a dar oficinas de brincadeiras populares, musicalização, contação de histórias, além de artes plásticas. Certo dia, assisti um espetáculo de teatro e mágica, e fiquei fascinado.

Comecei a estudar artes mágicas, adquirindo vários livros e DVDs sobre o assunto. Logo montei meus primeiros atos de ilusionismo e comecei a me apresentar na Brinquedoteca e em eventos culturais. Depois, participei de cursos e palestras de mágica, construí equipamentos e comecei a montar o meu próprio show.

Em 2013, tornei-me Microempreendedor Individual e comecei a me apresentar como mágico profissional em diversos tipos de eventos, em festas, escolas, empresas, shoppings… Desenvolvi um diferencial no mercado, uma Oficina Mágica após o show, onde os participantes aprendem pequenos truques e desenvolvem ainda mais a criatividade e a imaginação.

Em 2014, nos mudamos para o Rancho do Vale, e neste ambiente inspirador muita coisa aconteceu: apresentei meu espetáculo Abracadabrante, dei um Curso de Mágica e voltei a pintar. Em 2017 realizei minha primeira exposição individual, com curadoria de Carina Viana, “Templo de Delfos – Conheça-te a ti mesmo”, com pinturas a óleo abordando uma investigação sobre minhas próprias expressões.

Comecei também um trabalho de pesquisa sobre tintas artesanais a partir de pigmentos de terras do cerrado, e realizo experimentações que envolvem a combinação da pintura clássica com a arte contemporânea.

Atualmente, curso Licenciatura em Educação Artística – Artes Visuais na Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. Meu objetivo, seja através dos shows, das minhas pinturas ou oficinas, é despertar as pessoas para o encantamento.