Aumentar o fluxo de audiência a qualquer preço vale a pena?

Cultura Alternativa. Linha Editorial.

Sou um jornalista das antigas e sei mexer bem com a modernidade, redes sociais e etc. Sempre defendi e defendo que veículos de comunicação devem ter linhas editoriais definidas, belos designs, conteúdo criterioso, enfim, a palavra critério deve ser colocada em primeiro plano. Vejo vários sites utilizando agências sem critério. Agências que não são de informação, e sim, de reprodução de releases única e exclusivamente para vender ou divulgar o produto de quem é o foco, enfim, informação em detrimento da comercialização.

 

Cultura Alternativa – Linha Editorial

Penso que o Cultura Alternativa deve definir claramente sua linha editorial para que uma notícia seja difundida pelo Portal. Essa definição passa pelo crivo dos seus editores. Eu sou um deles e sou velho, com conceitos antigos, e Agnes Adusumilli é a editora, com conceitos modernos, que ama jornalismo creio, com critério, segundo sinto, pois, tem paixão pela notícia. O antigo e o moderno se casam em nossa atividade de editar o Cultura Alternativa e aí está a beleza.

 

Cultura Alternativa – Design

Outro ponto que requer uma grande atenção em sites, é o design. Um site limpo, sem propagandas soltas com um espaço definido para propagandas é fundamental. Senão haverá uma poluição visual que vai afastar o leitor. A propaganda tira a atenção, mas, é necessária para a manutenção financeira do empreendimento. Mas, tem que haver critérios, espaços determinados para a mesma.

 

Cultura Alternativa – Revisores

Infelizmente não temos revisores, mas, temos que nos doar o máximo para que o português saia correto. Deve estar dentro das normas ortográficas vigentes. Os corretores do Word, Evernote, que é palco da minha redação, ajudam, mas, é preciso sempre atenção, dentro do limite do possível, com as publicações.

 

Nos sites alternativos, como o Cultura, a redação, em termos de trabalhadores, é enxuta, e isso é a melhor coisa, pois, você trabalha só com quem ama a notícia e o portal. Quando houver contratações, devem ser de redatores que visam colaborar, mas, que nas suas colaborações, autorizem a correção, para que o texto fique dentro da linha editorial do site.

 

Cultura Alternativa – Todo o Cuidado é Pouco

Tomar cuidado sempre com seu site é fundamental. Priorize-o e não deixe que sejam publicadas notícias sem corpo, sem alma, sem amor pela informação. Notícias pífias do tipo: veja o release clicando aqui. Release não é notícia e sim divulgação, por parte da Assessoria de Imprensa, de temas de interesse do contratante. Portanto, dentro do limite do possível, devem se evitar cópias e colagens de release. Isso não é jornalismo, isto é “Ctrl C Ctrl V”, ou seja, cópia e colagem.

 

Como no Cultura a redação é enxuta, material de agências como o Maxpress, Dino, PR News, se publicados no site, tem que ser redigidos nos moldes, na linha editorial, do portal. Isso é básico, mas, para isso o esforço é grande.

 

Cultura Alternativa – Quantidade não é Qualidade

É bom sempre publicar poucas matérias, mas, boas matérias obedecendo a linha editorial sempre.

 

Outro dia fiz um texto onde colocava o nome da salada como Salada de Legumes e Frutas AG. A Editora do Portal riu. Ela é a AG, fiquei pensando sobre a questão, mas, realmente foi uma criação, num texto informativo, e isso pode ter provocado o riso.

 

De minha parte, caro leitor, saiba que trazer fluxo a qualquer preço não é prioridade e a prioridade é fazer um jornalismo de valor com identidade e respeito ao leitor.

 

Enfim…. Não quero e não vou copiar releases. Quando fizer, vou mudar, colocar subtítulos, como também, revisar o conteúdo, melhorar o mesmo, para que fique dentro da linha editorial do Portal Cultura Alternativa.

 

É assim que sei amar este portal que me dá vez e voz. É assim que sei fazer jornalismo.

 

Cultura Alternativa – Elogio e Reconhecimento

E prá terminar, não esqueça de elogiar no seu portal aquele que sabe, que tem experiência, que trabalha há anos com jornalismo e leva o mesmo a sério. Como dizia um amigo meu chamado Alexandre Nominato “o elogio estraga as pessoas, mas, o reconhecimento não”. Publiquei vários veículos de comunicação ao longo, tenho quase 60, e acho que mereço este reconhecimento pelos que me cercam. E quero conquistar com minha redação quem não me conhece.

 

Reconheço publicamente o amor, o trabalho e a dedicação de Agnes Adusumilli ao Cultura Alternativa.

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

http://www.culturaalternativa.com.br/