Cuidados com a pele no tempo seco

pele,dermatologista

Cuidados com a pele no tempo seco

Dermatologista dá dicas para enfrentar a baixa umidade

Após dois dias consecutivos de umidade relativa do ar abaixo dos 12%, a Defesa Civil emitiu, pela primeira vez no ano, o alerta de estado de emergência.  

No último domingo (12/08), o dia mais seco do ano até agora, o Instituto Nacional de Meteorologia (Imnet) registrou a mínima de 10%.

Nesta terça-feira (14/08), chegou a 20%. Apesar da seca se repetir todos os anos, os habitantes da capital sempre sofrem com a estiagem e a alta temperatura, que facilitam, por exemplo, o surgimento de problemas na pele.

“A pele é uma das principais barreiras de proteção do organismo. Se estiver ressecada, pode ficar mais suscetível a doenças de pele, manchas, feridas e entrada de agentes maléficos”, explica o dermatologista Erasmo Tokarski. A oleosidade natural é muito importante para manter a saúde desse órgão.

Uma das orientações é usar cremes hidratantes.

“E não tem isso de quanto mais caro melhor.

Em termos de hidratação, os mais eficazes são os cremes consistentes, grossos, com glicerina, óleos e outras substâncias que ajudem a fixar o efeito”, indica o especialista.

 

Mas isso depende do local de aplicação. “A pele do rosto é mais delicada, por isso é melhor usar produtos específicos para a face, principalmente se a pessoa tiver tendência a acne ou outros problemas. ”

Os lábios também devem ser protegidos com hidratantes labiais. Outras dicas são evitar banhos quentes, uso de buchas e de exposição ao sol no horário das 10h às 16h.

No Cultura Alternativa você encontra diversas matérias sobre saúde, saúde dos idosos, confira.

A complexidade da saúde no Brasil

Vai sair de férias? Tenha alguns cuidados com a saúde

SAIBA COMO EVITAR A DESIDRATAÇÃO DE IDOSOS