Riso: a linguagem universal

Riso: a linguagem universal - Cultura Alternativa

Riso: a linguagem universal

Em qualquer lugar do mundo, você é bem aceito se estiver sorrindo

No Brasil, o ato de dar risadas tem um dia só para ele: 6 de novembro. Até porque, uma boa risada é contagiante e não só demonstra, mas também estimula a felicidade

presentes para o dia dos namorados

Rir fortalece o sistema imunológico, diminui a dor e evita o estresse.

Quando o bom humor é compartilhado, ele libera hormônios que contribuem para a sensação de bem-estar.

Em razão disso, não é para menos que a expressão popular “rir é o melhor remédio” existe.

Porém, muitos ainda, por não saberem do poder do riso, se retraem com essa emoção tão importante. Vários fatores podem ser citados para explicar o que pode impedir a felicidade de alguém, como transtornos psicológicos, físicos, trabalho ou até mesmo, estudos.

“Para um indivíduo manter-se sempre com uma conduta positiva, é necessário ter autoconhecimento. Saber o porquê a tristeza domina e não a felicidade é crucial para haver a mudança nesse comportamento”, comenta o assessor de consciência, João Gonsalves

De acordo com Gonsalves, é possível levar a vida de um jeito mais leve quando se tem autoconhecimento. Isso porque, isto pode trazer sabedorias sobre si que nunca foram exploradas, por falta de estímulos.

Além disso, conhecer a si mesmo também leva o indivíduo a testar novas possibilidades, novos lugares, novos costumes… que, por sua vez, é capaz de estimular a sensação de bem-estar e felicidade em uma pessoa.

Riso: a linguagem universal

Outros benefícios do riso para a saúde física e mental podem ser citados, como:

Exercita o cérebro: Alivia a tensão e mantém os músculos relaxados por até 45 minutos;

Movimenta o corpo: A risada, mesmo que simples, pode exercitar até 80 músculos simultaneamente;

Faz bem ao coração: O fluxo sanguíneo aumenta durante o ato, o que ajuda no controle da pressão arterial;

Compartilhe a felicidade com outros, crie oportunidades para rir! Além de fazer bem a você mesmo, traz benefícios a um coletivo de pessoas também.

Você já sorriu hoje?

SAUDE | sociedade

Artigos de João Gonsalves

Como ser solteiro e ser feliz?

Recomeçar, no mercado de trabalho, por vezes, é necessário

Dia dos finados: como lidar com o luto