Show de Lançamento do cd Paulim Diolinda Noutros Cantos

Paulim Diolinda

Na quinta (12/04), vários cantores do DF revezarão-se para interpretar as 14 faixas do show de lançamento do CD  “Paulim Diolinda Noutros Cantos”

Gastronomia de Brasília

Um poeta e sua bela rota de canções

 

“Ser poeta é ser Divino/ Ser cantor é uma dádiva de Deus/ Ser ator é ser menino/ Um mambembe como eu(…)”

Esses versos extraídos da canção  “UM MAMBEMBE COMO EU” )mostram um pouco da verve poética que dá o tom do show de lançamento do cd Paulim Diolinda Noutros Cantos, que será lançado na quinta-feira (12/04), às 21h, no Teatro dos Bancários (315/314 Sul), com ingressos a R$ 40,00 e 20,00 (meia entrada).

O ingresso dá direito a um cd. Censura Livre. O cd conta com o patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC/DF), da Secretaria de Estado de Cultura do DF e do GDF.

O show de lançamento contará com direção musical do maestro Marcos Farias e com a participação dos músicos e intérpretes: Cleyson Batah, Dadá Quixabeira, Duda Moreira, Jairo Mendonça, Vanessa Dizul e Zemiguel Rodrigues

Eles, assim como no cd, interpretarão composições de densa miscigenação cultural brasileira da vasta obra de Paulim Diolinda.

O espaço do show de lançamento do CD possui acessibilidade a portadores de dificuldade de locomoção, mesmo assim na equipe há assistentes para auxiliar portadores de necessidades especiais. Serão produzidos 50 encartes em braile.

Paulim
Oriundo das ladeiras e vielas de Olinda/PE, o poeta  Paulo Avelino, conhecido como Paulim Diolinda, trouxe para o  Planalto Central a magia e o encanto dos cantadores, trovadores e  repentistas.

Começou a escrever quando morava em Olinda, aos 13 anos de idade. Como poeta participou das coletâneas Poetas Brasileiros de Hoje e A Nova Poesia Brasileira publicadas pela editora Shogun Artes, em Copacabana (RJ), em 1982 e 1983 respectivamente. Como compositor nas coletâneas “Nós O Gama Canta”, que reúne só compositores do Gama e na do Sinpro -DF, além, é claro, de ter sido gravado por vários intérpretes anteriormente.

Em 1995 foi finalista no FMPG Gama -DF com a música “Temporal”, em parceria com Jairo Mendonça, na interpretação de Takane Pacífico. Em 1998 também foi finalista no “Fest Sinhá de Itumbiara” com a música “Dias Abissais”, feita em parceria com Jairo Mendonça (que também interpreta a canção) e com o parceiro mais constante Zemiguel Rodrigues.

Chegou em Brasília em 1979, a convite de um irmão que já morava aqui. O apelido foi acontecendo naturalmente pra ser mais preciso através do poeta e declamador Vavá e do Carlinhos Piauí. Quando eles o apresentavam sempre falavam “esse é Paulim lá de Olinda”,  e assim nasceu Paulim Diolinda. As influências são muitas: começou ouvindo os grandes repentistas e emboladores de coco no mercado São José, no centro de Recife,  depois leu grandes poetas.

“Lá a gente crescia ouvindo os mestres Luiz Gonzaga e Jakson do Pandeiro que eram as maiores referências e aí veio João do Vale, Geraldo Azevedo ,Vicente Barreto, Alceu Valença e Zé Ramalho entre outros. Na poesia minhas referências maiores foram poetas como o Vinícius de Morais, J G de Araújo Jorge, Neimar de Barros e Manoel Bandeira. Sou poeta porque a poesia toca mais a alma”, diz Paulim.

Sua obra foi registrada em diversos CDs de artistas consagrados no DF e no Brasil, como Carlinhos Piauí (in memoriam), Jairo Mendonça, Luth Peixoto, Gilvan Santos, Magda Caffé, banda Só Pra Xamegar e Cleyson Batha.

O Cd Paulim Diolinda Noutros Cantos

“Paulim Diolinda Noutros Cantos”  é composto por 14 faixas todas fruto da inspiração do poeta Paulim Diolinda, com diversos parceiros do DF: Zemiguel Rodrigues, Dadá Quixabeira, Vanessa Dizul, Cleyson Batah, Jairo Mendonça, Duda Moreira, Francisco Morojó e Carlinhos Piauí (in Memorian)

De forte característica regional, este projeto valoriza uma figura fundamental para o desenvolvimento e a própria existência da música, o responsável pela criação, inovação, detentor dos direitos autorais que muitas vezes é esquecido pela mídia e sociedade, prevalecendo os intérpretes que levam ao grande público a criação do compositor.

O cd registra e difunde a musicografia criada por Paulim Diolinda e seus parceiros com participações de músicos que interpretam sua vasta obra de composições de densa miscigenação cultural brasileira.

A obra possui uma apresentação em acrílico mais encarte em papel, permitindo com que seja distribuído gratuitamente com maior eficácia e garantindo que o conteúdo cultural, as 14 músicas, sejam difundas a um maior número de pessoas.

Serviço:

O quê: Show de Lançamento do cd Paulim Diolinda Noutros Cantos

Quando: Quinta-feira (12/04), às 21h,

Onde:  Teatro dos Bancários (315/314 Sul)

Ingressos a R$ 40,00 e 20,00 (meia entrada).

O ingresso dá direito a um cd. Censura Livre.

O cd conta com o patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC/DF), da Secretaria de Estado de Cultura do DF e do GDF.

Endereço virtual: ww.facebook.com/PaulimDiolinda