Os diferentes universos da tatuagem em exposição no Estúdio Galeria Teix

exposição sinapses etéreas
Os diferentes universos da tatuagem em exposição no Estúdio Galeria Teix

 “Sinapses Etéreas” integra o Circuito de Galerias da Bienal de Curitiba e reúne a produção de quatro artistas residentes do espaço cultural

No próximo dia 17 de outubro entra em cartaz no Estúdio Galeria Teix a exposição Sinapses Etéreas dos artistas Breno Vieira, Matheus Sari, Yago Tavares e Yuri Rosa. A mostra objetiva explorar e elucidar os processos íntimos e automáticos de conexão entre a tríade: artista, obra e espectador.

 

Exposição sinapses etéreas

 

Através de uma instalação multimídia, o trabalho pretende questionar juntamente com o público como acontece essa conexão e busca evidenciar o universo sensorial, real, simbólico e onírico. A partir dessa experiência a tatuagem é o ponto de partida para a construção de novas narrativas visuais e simbólicas.

Diferentes Universos – Cada um dos artistas conceituou um dos quatro universos criados para se chegar ao resultado final da obra. O Universo Simbólico foi motivo da investigação de Breno Vieira e sua observação de comportamentos do mundo animal, não humano. ”Procurei interpretar características que são comuns à personalidade dos animais e, por meio do desenho e da tatuagem realizo a aproximação simbólica do espectador com as obras, conta Breno.

Já Matheus Sari buscou na botânica e no estudo de flores as informações que precisava para criar seu Universo Sensorial. “A efemeridade da beleza das flores representam um ciclo ínfimo da vida da planta. O ato de ilustrar tais motivos, é uma tentativa de capturar essa evanescência do desabrochar”, afirma Sari.

Para interpretar o Universo Real, Yago Tav buscou em diferentes discursos contemporâneos, na troca de percepções e nos sentimentos banais e complexos do nosso cotidiano o conceito de seu trabalho que usa a linguagem escrita, o desenho e a tatuagem simultaneamente. “Não proponho uma nova estrutura a ser consumida, mas uma experiência que possa valer-se para uma outra relação com nossos corpos, para uma outra narrativa simbólica e um outro modo de estar no presente”, define Yago.

Na proposta de Yuri Rosa para interpretar o seu Universo Onírico, o artista propõe uma experiência de visualização na qual o espectador consiga se conectar internamente através da imagem. “No mundo interno estão nossos desejos, questionamentos, medos, símbolos que dou corpo por meio de uma representação figurativa no primeiro momento e posteriormente se materializa através do processo da tatuagem”, diz Yuri

Sobre a Bienal de Curitiba 

Referência em arte contemporânea, sendo reconhecida pela imprensa especializada como um dos principais eventos de arte do circuito mundial, em 2018 a Bienal de Curitiba completa 25 anos. Em comemoração, do dia 18 de outubro a 30 de dezembro de 2018 acontecerá uma edição especial, com uma mostra principal, além da participação de outros centros culturais da cidade e espaços públicos que estarão envolvidos com programações paralelas, intervenções urbanas e exposições em galerias e museus.

Serviço:

Exposição Sinapses Etéreas

Data e horário de abertura: quarta-feira, dia 17 de outubro de 2018, às 19h

Local: Estúdio Galeria Teix

Endereço: Alameda Augusto Stellfeld, 1581 – Bigorrilho

Telefone: 41 3018-2732

Email: admteix@gmail.com

Horário de visitação: Até dia 20 de dezembro de segunda a sexta-feira das 10h às 19h e sábados 10h às 16h