‘ONTEM HAVIA COISAS ESTRANHAS NO CÉU’, DE BRUNO RISAS

ONTEM HAVIA COISAS ESTRANHAS NO CÉU

‘ONTEM HAVIA COISAS ESTRANHAS NO CÉU’, DE BRUNO RISAS PODERÁ SER ASSISTIDO EM CASA A PARTIR DE OUTUBRO


Distribuído pela Vitrine Filmes e produzido pela Sancho&Punta, o filme foi lançado em cinemas drive-ins, estará na Mostra Tiradentes SP e a partir de 15 de outubro disponível na Netflix


O filme recebeu o Prêmio Loridan-Ivens/CNAP destinado ao melhor longa-metragem de estreia no 42º Cinéma du Réel, França, onde receberá uma sessão de exibição presencial no dia 2 de outubro, dentro de uma mostra de filmes premiados do festival, no Pompidou.

Transitando entre documentário e ficção científica, mostra o cotidiano da família do próprio diretor. Após o pai ficar desempregado, a família é forçada a voltar à antiga casa em um bairro operário de São Paulo.

A mãe procura uma saída e acaba abduzida por um objeto no céu. A vida, contudo, segue como se nada houvesse acontecido. Enquanto isso, Bruno filma.

ONTEM HAVIA COISAS ESTRANHAS NO CÉU

“ONTEM HAVIA COISAS ESTRANHAS NO CÉU”, é um filme atento às contradições do cotidiano, instigando os traumas escondidos pela calma plana da vida comum.

“Acho que temos que manter as feridas abertas, friccionar as assimetrias, para aí, quem sabe, inventar novas maneiras de estarmos no mundo”, diz o diretor Bruno Risas, que faz sua estreia em longas-metragens.

O filme teve sua estreia no 37º Torino Film Festival, Itália e foi exibido na 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em Minas Gerais, Brasil e também no 31º FIDMarseille – Festival Internacional de Cinema de Marselha, França, além de receber os prêmios de melhor Work in Progress no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro em 2018 e no Festival Internacional de Cartagena em 2019.

ONTEM HAVIA COISAS ESTRANHAS NO CÉU

Sinopse:

Meu pai ficou desempregado e a família toda precisou voltar para a antiga casa no bairro da Bresser.  Minha mãe procura saídas, mas não sabe o que fazer. Um dia, ela é abduzida por um estranho objeto no céu. Nossa vida continua como se nada tivesse acontecido.

ᴬᶜᴼᴹᴾᴬᴺᴴᴱ ᴬˢ ᴺᴼᵛᴵᴰᴬᴰᴱˢ ᴰᴼ ᶜᴵᴺᴱᴹᴬ