Mani Carneiro lança clipe animado para single “Chove”

Mani Carneiro lança clipe

Mani Carneiro lança clipe animado para single “Chove”

 

Pensando na arte como símbolo de resistência, o cantor e compositor pernambucano Mani Carneiro lança o clipe animado “Chove”.

 

O single, presente no EP “Canções Para…”, fala de saudade e faz um paralelo entre a solidão e a chuva. Dirigido e animado por Rafael Lopes, esta é a segunda parceria da dupla, que também trabalhou junta no clipe “Acessos”, presente no disco “Ecoou” (2015).

 

Mani Carneiro lança clipe

 

O clipe animado era um dos sonhos de Mani Carneiro, que recebeu positivamente a sugestão de Rafael Lopes para fazer algo singelo, usando elementos gráficos. De acordo com o diretor, a música caiu como uma luva, embora Mani afirme que o single “caiu como uma chuva”.

 

“A animação é uma ficção, uma fantasia que transporta um personagem solitário e urbano para um mundo de metáforas sentimentais onde segue sobrevivendo às adversidades, em busca de sua força interior, de si mesmo. Essa talvez seja a maior deixa do clipe: Con-Seguir.

 

Adorei a maneira simples e bonita como que a composição foi tão bem representada na animação. Poesia na imagem. Simples, emotivo e intenso, como tudo que permeia o disco”, adianta Mani Carneiro.

 

A sutileza tão presente em “Chove” é necessária para passar por momentos tensos. Foi por este motivo que Mani Carneiro escolheu esta canção para iniciar seu novo ciclo. Seguro das várias nuances do poder que a música tem, o artista se permitiu neste trabalho ter liberdade em momentos aprisionantes como estes que vivemos. “Sutileza em tempos tão densos, tempos meus ou de todos”, define Mani.

 

O poder curativo da música é ilimitado e em “Chove” o cantor e compositor conseguiu reverter suas próprias feridas. Saudade e solidão foram amenizadas com a leveza da canção, e arrebatadas em comoção ao deparar-se com a ingenuidade do clipe.

 

Mani acredita que além da importância de colocar o dedo na ferida nas lutas diárias, a arte pode levar “beleza como contrapeso e símbolo de resistência”.

 

“Uma função transformadora, não que isso seja a função da arte (ou que ela tenha alguma). Mas a arte pode sublimar a dor e mudá-la em algo que faça as pessoas pensarem ou apenas sentirem.

 

Comparo uma dificuldade pessoal ao momento duro que o mundo e nosso país vêm passando e vejo que é tão possível quanto necessário, ter um ‘fôlego emocional’. Isso também é um posicionamento político, a beleza deve re-existir”, finaliza Mani Carneiro.

 

O single “Chove” faz parte do EP “Canções Para…”, lançado em janeiro de 2018 e que marca uma trilogia de lançamentos de inéditas previstos para esse ano. Mani é um dos grandes nomes da cena brasileira e, em carreira solo ou ao lado da consagrada banda As Parêa, já dividiu palco com nomes como Lenine, Zeca Baleiro, Chico César e Cátia de França.

 

“Chove” foi inteiramente tocada e gravada por Mani Carneiro (em Pombo Estúdio e House of Caos).  Mixada e masterizada por Chico Neves.

 

Assista “Chove”: