Welcome to Cultura Alternativa   Click to listen highlighted text! Welcome to Cultura Alternativa
All for Joomla All for Webmasters

Romance, ‘Tão fútil e de tão mínima importância’: uma incursão pela alma humana

Romance, ‘Tão fútil e de tão mínima importância’

Romance, ‘Tão fútil e de tão mínima importância do escritor Tiago Franco lança no dia 7 de junho, na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro, romance que tem como protagonista um anti-herói perverso

 

O romance ‘Tão fútil e de tão mínima importância’, da editora Garamond, vencedor do Prêmio Rio de Literatura 2016 na categoria Novo Autor Fluminense, será lançado no dia 7 de junho, às 19h30, na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ), no Humaitá.

Escrito por Tiago Franco, professor de psiquiatria e psicologia médica da UFRJ, o livro tem como protagonista F., um anti-herói que manifesta sua angústia existencial no sexo e vive obcecado por questões de teor erótico.

Após o lançamento, às 21h, o psicanalista e escritor Roberto Bittencourt Martins comenta aspectos da psicanálise abordados no livro, seguido de debate coordenado pela psicanalista Ana Sabrosa, diretora do Conselho Científico da SBPRJ.

 

Romance, ‘Tão fútil e de tão mínima importância’ – Narrativa

 

A narrativa trata de pessoas reais por meio de personagens fictícios. Baseado em um estranho processo psicanalítico, o livro eleva a prática terapêutica à condição de alta literatura. Paradoxal, intenso e humano até demais, F. faz parte de uma notável linhagem de personagens literários cujos nomes se resumem à iniciais e partilha traços de uma experiência radical de solidão com duas referências da literatura brasileira: a enigmática G. H. de Clarice Lispector e a obscena senhora D. de Hilda Hilst, conforme aponta na orelha do livro Eliane Robert Moraes, professora de Literatura Brasileira da USP.

“Não surpreende, pois, que o principal interlocutor deste romance seja a psicanálise, que comparece não só na figura do autor psicanalista, mas ainda por convocar conceitos, descrições e nomenclaturas que se tornaram correntes por meio de Freud e de Lacan. O que surpreende – a ponto de nos tirar o fôlego durante a leitura – é a misteriosa persona de um narrador que, do começo ao fim do romance, afirma e desmente os ensinamentos psicanalíticos para colocar em xeque toda e qualquer autoridade – e, no limite, toda e qualquer autoria”, ressalta Eliane.

Romance, ‘Tão fútil e de tão mínima importância’ – Tiago Franco

Nascido em 1974, Tiago Franco, membro provisório da SBPRJ, é autor de livros de contos, entre eles o e-book ‘Por que os loucos escrevemos livros tão bons’, e do romance ‘Onde os paranoicos fracassam’. Seus contos já lhe renderam prêmios literários, como o Off Flip.

‘Tão fútil e de tão mínima importância’ marca o leitor pela força e originalidade de seu texto, que alia à escrita firme e envolvente de um autor já maduro uma incursão pelos meandros da alma humana com suas grandezas e baixezas. Tudo o que se pode esperar de um grande romance. O livro tem 112 páginas e estará à venda nas livrarias por R$ 36.

 

Para participar do debate, é necessário fazer inscrição, pois há limite de vagas.

Para público externo à SBPRJ será cobrado, somente para assistir à palestra, o valor de R$ 20. Reservas e mais informações pelos telefones (21) 2537-1333 e 2537-1115 ou pelo e-mail sbprj@sbprj.org.br. A SBPRJ fica na Rua David Campista, 80, Humaitá, RJ.

Click to listen highlighted text!